Arquivos do Blog

Sapatos masculinos

Fazia algum tempo que não fazia nenhum post para os homens aqui no Cadeira, então decidi fazer um post para falar sobre sapatos.

Vestir bem em cima não é desculpa para se esquecer dos pés. Um bom calçado valoriza a imagem do homem em qualquer ocasião, isso sem falar que as mulheres sempre olham TUDO e um bom calçado vai contar pontos pra você.

Sapatos bons e em bom estado são o toque final de qualquer visual e os desleixados podem destruir qualquer produção cuidadosa. Isso sem falar que boa qualidade, além de melhorar a produção, zela pela saúde.

É importante ter no mínino 3 pares de sapato, e o ideal é ter de 5 a 6 – para diferentes ocasiões e combinações de roupa.

Primeiro, todo homem precisa de um bom par de tênis, para praticar esportes. Pode também ser utilizado em casa, ou em programas mais esportivos como trilhas e caminhadas. Não é necessário gastar fortunas, mas é importante investir seu dinheiro em um produto de qualidade, pois a saúde dos seus pés, pernas e coluna é valiosa.

tênis Asics

Sei que alguns homens adoram usar tênis para qualquer programa, qualquer roupa, qualquer lugar. Isso cai muito bem quando você é adolescente/jovem e suas combinações de roupa se restringem ao trio jeans+camiseta+tênis. Porém, se você já passou dessa fase, e usa alguma peça diferente dessas, existem outras opções de sapato, o que nos leva à segunda dica: um par de sapato causal.

Dá para manter um visual jovem e esportivo, sem aparentar quinze anos ou uma ida à academia, usando o sapato casual. Este sim é para ser usado todo dia, com jeans, bermudas e caem bem em quase toda ocasião. Existem, inclusive, alguns modelos de sapatênis que caem muito bem como sapato casual.

sapatênis

Agora, podemos falar dos sapatos formais. Caso você trabalhe de terno e gravata não precisa de um pra cada dia da semana, mas é bom ter mais de uma opção – nesse caso, ao menos um preto e um castanho. Para quem não trabalha assim, é importante ter ao menos um par, para as ocasiões que pedem mais formalidade. Uma boa pedida é o clássico preto, que combina melhor com qualquer cor de calça. (Ah, antes que eu esqueça, quando for usar os sapatos formais, lembre-se que a cor da meia acompanha em primeiro lugar a cor da calça, senão a cor do sapato.) 😉

oxford clássico

É isso, esses são os modelos de sapato essenciais para montar qualquer visual. Gostaram?

(Ah, quem dera se a vida das mulheres também se resumisse a 5 ou 6 pares de sapato…)

Anúncios

Primavera/Verão 2012 Arezzo

Fui na loja conferir a nova coleção da Arezzo. Apesar daquela história das raposinhas na coleção de inverno ter me deixado com um certo preconceito com a marca, ainda não desisti totalmente dela. Dessa vez sem peles, a coleção está linda.

Falando de cores, como já era de se esperar, as quentes como o abóbora, laranja e vermelho estão fervendo nas prateleiras. O camel continua firme, pricipalmente nas bolsas.

  A tendência de cores frias, como já tinha falado aqui, realmente apareceu, olha o azul aí:

E, sobre os modelos, as sandálias estão altíssimas, com o salto mais grosso. Tinha lido em algum lugar que esse tipo de salto não era indicado para quem tem perna grossa, mas andei pesquisando e é exatamente o contrário: pernocas mais grossinhas podem se jogar nessa coleção que não tem problema nenhum, na verdade, até ajuda a disfarçar.

E em texturas, a cortiça vem bastante forte e o tressê também vem com tudo. Não gosto muito de cortiça porque eu acho que suja fácil e não dá pra limpar, então seu sapato novo vira peça de uma estação só (ou nem isso) e seu investimento não dura nada. Já o tressê eu achei uma graça e apaixonei por todas as peças que estão na vitrine online.


Ponto pra Arezzo, que está retomando minha confiança.

E vocês, o que acharam?

Eu e meu Oxford

Que os sapatos Oxford estão na moda não é nenhuma novidade, afinal, tem deles em toda vitrine por aí. E que vieram do guarda-roupa masculino todo mundo também já sabe.

Dizem que o modelo ganhou esse nome porque virou modinha, (assim como é hoje), na Universidade de Oxford, na Inglaterra do século XVII. E esteve predominantemente no vestuário masculino até recentemente.

A novidade é que agora o calçado está bombando nas vitrines femininas; e o problema é que, por ser algo novo, ainda não temos o hábito de usá-los e a chance de errar na montagem do look acaba aumentando.

Como boa “aprendiz de fashionista” ;), corri para ter o meu. Mas e o medo de errar?

Para não correr esse risco, escrevi para a Ana Vaz – consultora de imagem (já falei dela aqui), e perguntei como usar meu oxford. Ela foi super atenciosa e fez um post no blog dela só para esclarecer a minha dúvida (obrigada Ana!).

O meu oxford é o dourado da foto:

Resumindo, a idéia é quebrar um pouco da masculinidade do sapato deixando o restante do look mais feminino, com uma saia longa, por exemplo. Quem sabe um vestido, como já vi em outros blogs.

Deixo aqui algumas imagens inspiradoras que tenho no computador – e infelizmente já não sei de onde são para dar os devidos créditos – com looks com Oxford.

E pra quem quiser ler o post que a Ana Vaz escreveu esclarecendo minha dúvida, esse é o link.

Pronto meninas, agora não tem mais desculpa pra errar.

 

Blogs Afins – Mania de Sapatos

Que a mulherada tem mania de compras é um consenso geral. Ainda mais quando se trata de sapatos.

E um tema tão comum a todas as mulheres merecia um cuidado especial. Essa é a proposta de Mariana Araújo de Recife.

Hoje escrevo só para indicar um blog com muitas afinidades, o Mania de Sapatos. Interessante e antenado nas maiores novidades, o blog merece ser lido e seguido.

#FicaDica da mais nova seguidora. 😉

Griffe Show

Começa hoje em Belo Horizonte mais uma edição do Griffe Show. Quem me conhece, sabe que aguardo por esse evento todo ano.

Na verdade, o Griffe Show acontece em duas edições, uma no outono (entre maio e junh0), e outra na primavera (entre novembro e dezembro).

Para quem não sabe, o evento é um mega bazar, que, normalmente, acontece no Minascentro e nele se encontram grandes lojas e marcas com até 75% de desconto! – Tá explicado o porquê da minha obsessão pelo Griffe? 😉 –

Mas é importante ter em mente que, como em todo bazar, você provavelmente vai encontrar peças de coleções antigas e “encalhadas” no estoque. Já tive experiência de ver uma peça em uma edição e encontrá-la de novo na edição seguinte. Justamente por isso, os descontos.

Vá com tempo e paciência – é possível que você passe mais de uma tarde indo aos estandes das lojas. E é bem provável que precise voltar lá para ver tudo.- E também é preciso estar disposto a “garimpar”, procurar bastante dentre as peças da coleção passada até encontrar aquela roupa ou sapato perfeito que vai arrasar atualmente, ou que seja atemporal.

Apesar disso, não é difícil sair de lá cheia de sacolas nas mãos. Por isso, confira o limite do cartão de crédito, e comece por suas marcas favoritas, para não correr o risco de estourar o limite antes de encontrar as roupas e acessórios que você mais gosta.

Esse ano, o Griffe Show vai de 23/05 a 12/06. Tá aí uma boa sugestão de onde comprar o presente do dia dos namorados.

Os ingressos custam R$6,00 a inteira e R$3,00 a meia.

Minas Trend Preview (ou REview)

(Esse post tá mais para “REview”, já que o evento acabou a alguns dias e eu ainda não comentei nada por aqui.)

Aconteceu de 11 a 14 de maio o Minas Trend Preview, que apresenta as tendências da moda para a estação seguinte. Esse de agora apresentava as tendências primavera/verão 2012.

Quem não é de MG, ou até mesmo quem é, talvez não conheça nosso evento de moda.  Numa  explicação beeem superficial, o Minas Trend Preview é um evento de moda que acontece por aqui, do tipo que quer ser Fashion Week “quando crescer”… rsrs

Nas palavras do site oficial:

O Minas Trend Preview é o principal evento de pré-lançamentos já consolidado como um dos maiores acontecimentos de moda e comportamento do país.

 E claro, um importante espaço de geração de negócios. São palestras, desfiles e salão de negócios para lojistas de todo o Brasil, compradores internacionais, jornalistas e formadores de opinião. Conceito inédito no Brasil, o Minas Trend Preview promove a troca de conhecimento, a integração entre profissionais e estimula o crescimento e a organização do setor. O Minas Trend Preview, através da coleção de pré-lançamento, auxilia o lojista e impede a desvalorização das marcas com liquidações prolongadas.

Tudo bem, agora eu retiro as minhas palavras e esclareço que o MTP não é aprendiz de Fashion Week, que tem um conceito diferente e inovador… (!) Enfim, o post é para falar das tendências e aqui vamos nós.

Primeiro quero dizer que não sou crítica de moda, não fiz curso nenhum sobre isso. Sou apenas uma pessoa normal e curiosa, que gosta de pesquisar sobre o assunto, e a minha opinião é de consumidora e admiradora.

Primeiro, o que mais me chamou atenção, foi a invasão das cores frias, como azul, verde e cinza em uma estação que é território predominante das cores quentes.

Uma - Minas Trend Preview - Verão 2012

Uma - Minas Trend Preview - Verão 2012 Foto : Agência Fotosite

Aysle - Minas Trend Preview - Verão 2012

Aysle - Foto : Agência Fotosite

Chou Chou  - Minas Trend Preview - Verão 2012

Chou Chou - Foto © Agência Fotosite

Apartamento 03 - Foto: © Agência Fotosite

Vivaz - Minas Trend Preview - Verão 2012

Vivaz - Foto:© Agência Fotosite

Vi também MUITOS acessórios, principalmente pulseiras e colares, exageradamente grandes ou em grande quantidade:

Claudia Arbex- Minas Trend Preview - Verão 2012

Claudia Arbex - Foto : Agência Fotosite

Camaleoa - Minas Trend Preview - Verão 2012

Camaleoa - Minas Trend Preview - Verão 2012 Foto : Agência Fotosite

Mary Design - Minas Trend Preview - Verão 2012

Mary Design - Foto : Agência Fotosite

Blue Banana  - Minas Trend Preview - Verão 2012

Blue Banana - Foto : Agência Fotosite

Estampas super alegres e divertidas, como manda o figurino.

DTA - Minas Trend Preview - Verão 2012

DTA - Minas Trend Preview - Verão 2012 Foto : Agência Fotosite

Blue Banana - Minas Trend Preview - Verão 2012

Blue Banana - Minas Trend Preview - Verão 2012 Foto : Agência Fotosite

Alessa - Minas Trend Preview - Verão 2012

Alessa - Minas Trend Preview - Verão 2012 Foto : Agência Fotosite

Achei bem interessante a proposta das bolsas coloridas:

Rogerio Lima - Minas Trend Preview - Verão 2012

Rogerio Lima - Minas Trend Preview - Verão 2012 Foto : Agência Fotosite

Minas Trend Preview - Verão 2012

DTA - Minas Trend Preview - Verão 2012 Foto : Agência Fotosite

Cavalera- Minas Trend Preview - Verão 2012

Cavalera- Minas Trend Preview - Verão 2012 Foto : Agência Fotosite

Uma  - Minas Trend Preview - Verão 2012

Uma - Minas Trend Preview - Verão 2012 Foto : Agência Fotosite

E por último, mas não menos importante: os pés. Sandálias estampadas (!) apareceram em vários desfiles. Será que é só para apresentação, apenas algo conceitual, ou tendência para a vida real?

DTA  - Minas Trend Preview - Verão 2012

DTA - Minas Trend Preview - Verão 2012 Foto : Agência Fotosite

Blue Banana  - Minas Trend Preview - Verão 2012

Blue Banana - Minas Trend Preview - Verão 2012 Foto : Agência Fotosite

Chicletes com Guarana  - Minas Trend Preview - Verão 2012

Chicletes com Guarana - Minas Trend Preview - Verão 2012 Foto : Agência Fotosite

Tem mais fotos do MTP aqui no Flickr namídia.

E aí, o que vocês acharam dos desfiles e das tendências Minas Trend? Eu até senti vontade de usar algumas coisas, na verdade quase tudo. Só não sei bem sobre isso de estampas nos calçados. Espero que seja, de fato, coisa de desfile. Só eu penso assim?

Pena que o verão ainda está longe, e os termômetros nos levam a procurar lãs e cachecóis por agora. Mas a gente chega lá 😉

Cadeira Fashion – Melissa

Costumo dizer que “toda menina já teve ou terá uma Melissa ao menos uma vez na vida”. Quem não ama aquele cheirinho de Melissa nova na caixa? A propósito, o site oficial informa que esse cheirinho  que mistura chiclete, jujuba e pirulito é o mesmo desque a marca surgiu.

A Melissa nasceu em 1979, quando as sandálias usadas pelos pescadores da Riviera Francesa se revelaram uma ótima inspiração para criar sapatos estilosos, que, feitos de plástico, têm o objetivo de ser uma alternativa ao comum.

O sucesso, desde então, foi enorme. Meninas e jovens mulheres cresceram tendo a Melissa como parte de suas vidas. De suas campanhas e filmes publicitários, fizeram parte atrizes, modelos e personalidades, como, por exemplo, a modelo Cláudia Schiffer.

Há alguns anos, a marca, que redescobriu sua vocação fashion, passou a investir em parcerias com profissionais de várias áreas, como o estilista Alexandre Herchcovitch (um dos brasileiros mais renomados dentro e fora do Brasil), os designers Fernando e Humberto Campana e o badalado stylist inglês Judy Blame, famoso por seus editoriais para a revista ID e pelo visual de famosos como Boy George e Björk.

Mais uma vez, Melissa conquistou o público, o que a levou a comemorar seus 25 anos (completados em 2005) com a criação de uma exposição que vai ficar na história da marca e também da moda brasileira: a Plastic.o.rama Made in Brazil, em que 90 profissionais de diversas áreas interpretaram a seu gosto um par original de Melissas, modelo Aranha 1979. A idéia fez tamanho sucesso, que acabou virando livro e também sete modelos usáveis, distribuídos ao público visitante do SPFW em sua 19ª edição.

Outro marco na trajetória da marca é a inauguração da Galeria Melissa na rua Oscar Freire, em pleno circuito fashion paulistano, em agosto de 2005. O espaço, de vocação multidisciplinar, é ponto-de-encontro entre o universo da Melissa, coleções criadas por parceiros da marca com total exclusividade, lançamentos de produtos especiais e exposições ligadas a temas como design, fotografia, moda, beleza e tecnologia. Imponente graças à sua fachada supercolorida e constantemente renovada, a Galeria tem o jeito da Melissa: dinâmica, moderna e sempre buscando novidades para assim, em plástico, construir sua história.

fonte: http://www.melissa.com.br/tudomelissa

Do túnel do tempo, do primeiro modelo aos mais recentes:

A evolução da Aranha:

O Tênis que virou febre na minha época de escola; eu tive um desse azul com o “M” rosa:

Ainda tenho essa daqui:

Essa é minha aquisição mais recente. (No começo seu pé fica desenhado e com bolha, mas depois vc se acostuma e ela vira a mais confortável de todas!)

E meu atual sonho de consumo (só não comprei ainda porquê não achei na loja):

Vale a pena visitar o site da marca e o “tudo melissa” pra saber mais sobre a marca e ver algumas curiosidades. Achi o máximo ver os videos das campanhas da década de 80 e curiosidades que eu nem sabia (como saber que o cheirinho é de chiclete, jujuba e pirulito).

O que não pode faltar no post é minha opinião sobre o produto: Melissa é super fashion, vai bem com quase qualquer look. Sempre tem um modelo novo e moderninho para você usar com as tendências que surgem por aí. O fato de ser de plástico conta pontos a favor e contra. Positivo pela durabilidade: nunca tive uma Melissa que estragou, furou, arrebentou ou qualquer coisa assim.  Além disseo você carrega o “status” da marca, pois não é todo mundo que pode comprar a Melissa original. Negativo por que: seu pé fica suado, e nem sempre dá para usar meia e o resultado vocês já sabem… tem que lavar a Melissa frequentemente para não ficar com cheirinho desagradável. Ahhh e plástico ainda machuca. Não vou mentir, dá bolhas e calos sim; se bem que tenho notado uma evolução da Melissa nesse sentido – têm ficado mais confortáveis – mas ainda tem muito que evoluir.

Resumindo, ou você é, já foi, ou será “melisseira”. Não tem escolha, ou você cai de amores por ela pra sempre, ou odeia e nunca mais quer uma. Mas tem que ter pra saber.