Arquivos do Blog

“Como Fazer” – Maquiagem para diferentes idades

Percebi que um dos temas de pesquisa que conduzem ao blog é maquiagem. Por isso resolvi pesquisar sobre o tema e me inspirei a fazer uma série de posts “como fazer”, sobre assuntos e dúvidas específicos de make. Para não correr o risco de falar besteira, como não sou maquiadora, decidi buscar videos de quem realmente entende do assunto.

E para começar a série, um dos temas pesquisados eram maquiagem para peles mais maduras. Como eu acho muito difícil definir o que é uma pele jovem ou uma madura, decidi fazer um post sobre make para diferentes idades, assim eu consigo atender a todas as leitoras, tenham 15, 20, 30, 40, 50, 60, 70 anos… (e por aí vai).

Adorei esse vídeo. O título diz palestra de maquiagem para senhoras mas na verdade as dicas que ela dá são básicas para make de qualquer idade. Vale a pena e é bem curtinho.

Para as “peles maduras”, a Julia Petit dá dicas super bacanas nesses dois videos. Super recomendo!

E aqui tem uma série de videos do maquiador da natura com makes específicas para mulheres de 30, 40, 50 e 60+ anos.

Para as lindas mulatas de 30:

Para as musas de 40. Esse eu achei muito bom por quebrar o preconceito de que olho escuro é só pra meninas de vinte anos…

 

Para as divas de 50. Nesse a dica do batom vermelho também foi bacana.

Para as beldades de 60 ou mais. Esse em especial eu gostei bastante.

Gostou do post? Deixa um comentário 😉

Beijos meninas.

Anúncios

Maquiagem e seus tipos – Parte I – Maquiagem Conceitual

A Maquiagem conceitual de Vivienne Westwood

Todo mundo que curte moda já ouviu falar da irreverente Vivienne Westwood, sua roupas expressão seu estilo de vida. Toda sua referência vem do movimento Punk, que nesta coleção de Outono Inverno 2011/12 apresentada em Paris, fica bastante explicito na make das modelos:

Nesta coleção Vivienne vai da  alfaiataria , passando pelo casual até chegar na moda festa.  Seus estilo rebelde é traduzido em suas roupas, e a maquiagens.

As pessoas comuns, podem achar os looks, penteados e maquiagens de extremo mau gosto, e  muitas vezes se perguntam: “Mas quem é que vai usar isso?” A resposta é simples: Nínguem!

Os defesfiles, principalmente os de marcas luxuosas, expressam um conceito, que sintetiza uma ideia, daí surgem as roupas que, geralmente,  não são “vendíveis”. Como exemplo, uma marca poderia lançar uma coleção de verão baseado nos oceanos, então os oceanos seriam traduzidos em roupas vaporosas, leves, azuis, verdes, etc…,  e a maquiagem, “faz parte do show”, é um complemento que ajuda na tradução desse conceito.

A maquiagem conceitual não é usável, mas, digamos, artística, para passarela, desfiles, ou teatros. Afinal ninguém vai sair por ai com a cara pintada de de punk, a não ser que essa pessoa seja adepta do movimento.

 Confira em nossa galeria outros look do desfile de Vivienne e também outras maquiagens conceito.

Este slideshow necessita de JavaScript.

Imagens retiradas do Google