Arquivos do Blog

De onde vieram as Princesas Vogue

Vários blogs e sites mostraram por aí capas da Vogue com as princesas Disney, vocês viram?

(para quem não conhece, Tiana é a princesa que beija o sapo que vira príncipe)

Mas o que nenhum site me mostrou foi o dono dos desenhos. Quase cheguei a pensar que fosse alguma campanha publicitária da Vogue, mas daí eu me lembrei que ela não precisa disso… rsrs

Resumindo, após uma contribuição especial (do meu pai 🙂 ), descobri o autor das ilustrações, Dante Tyler.

O artista é um rapaz novo, e mora nos EUA. Bastante talentoso, não se restringe apenas às “Vogue Princesses”. Fiquei boba com o trabalho dele, é muito bom e acho que ele vai longe – afinal, já ganhou o mundo -.

Uma demonstração do quê mais o moço faz:

Tem todos os desenhos e o perfil dele aqui: http://www.dantetyler.deviantart.com

Hey Tyler, congratulations! Great Work!

Anúncios

Beleza de verdade – Vogue

Em todos os sites e blogs de moda não se fala de outro assunto: A capa da Vogue Itália de  junho.

A revista de moda mais influente do mundo, revolucionou ao deixar em sua capa modelos lindíssimas – a diferença, é que essas são modelos plus size.

Isso quer dizer que ao invés de modelos anoréxicas ou que ao menos pareçem ser, a Vogue decidiu mostrar que a beleza também está nas curvas.

Capa da Vogue ItáliaAliás, dizer que a beleza está nas curvas não é nenhuma novidade, pois, pelo menos eu, nunca ouvi ninguém dizer que achava bonito aquelas modelos que mais parecem caveiras com silicone.

Aplaudo de pé iniciativas como essa, com o intuito de quebrar barreiras e o tradicionalismo que impõe um padrão de beleza (e magreza) inatingível.

Saem de cena os ossos a mostra, e entram as pernas grossas, o busto avantajado e os quadris largos, qualidades que a propósito são predominantes no biotipo da brasileira.

E as modelos plus size simplesmente arrasam em fotos lindas e sexy, dando de mil nas magricelas por aí.

Esse ensaio da Vogue só veio para reforçar tudo que já tenho notado recentemente na “indústria da moda”. Parece que aos poucos tem surgido um pouco mais de noção nesse meio, acabando com o incentivo à magreza extrema e fortalecendo a imagem da maioria das pessoas normais – que possuem curvas -.

Sinceramente, espero que pequenos passos como esse representem, de fato, um grande avanço na moda mundial. E que a referência de beleza e sensualidade passem a ser imagens como estas.

Quem quiser ver mais fotos e o video do ensaio, só entrar no site da Vogue.

E então, o que vocês acham?