Tancredo a Travessia

Aconteceu na última quinta dia 27 de Outubro, a pré-estreia, do documentário “Tancredo a Travessia”. O evento foi realizado no cine Belas Artes, e contou presenças Ilustres, dentre eles, Aécio Neves, jornalistas e a “high society” da política mineira.

 O longa conta a trajetória política de Tancredo Neves (1910-1985) e revisita diversas páginas cruciais da história do Brasil que contaram com a decisiva intervenção do hábil político mineiro. Examinam-se suas ligações com Getúlio Vargas, a quem apoiou até o fim; suas gestões para permitir a posse de João Goulart no clima instável após a renúncia de Jânio Quadros; e também seu trânsito junto ao marechal Humberto de Alencar Castello Branco, o primeiro presidente militar. Da mesma forma, traça-se sua importância na tarefa de organizar a oposição ao regime militar, como um dos fundadores do MDB, e, anos depois, como um dos participantes da Campanha das Diretas, ao lado de Ulysses Guimarães. Amigos e colaboradores relembram sua figura e o trágico episódio da doença que o impediu de tomar posse na Presidência, em 1985.

 O filme é sóbrio, faz o uso do off dos narradores (Christiane Torloni, Beth Goulart e José Wilker) durante a exibição de vídeos históricos, e tem uns recortes e colagens bem interessantes. No Elenco está toda a elite política que esteve ligado diretamente ou não a Tancredo, seu neto, Aécio Neves, José Sarney, Fernando Henrique Cardoso, José Serra, Fernando Lyra, Paulo Maluf, dentre outros.

Li em um blog : “Os disparates na Política Nacional de ontem e de hoje são evidentes e a corrupção, infelizmente, é o primeiro atributo associado à classe. Porém, devemos entender que certos homens, por insistirem nas mudanças de um presente sórdido, considerado como “anos de chumbo”, contribuíram para moldar um futuro com perspectivas otimistas. Tancredo foi um deles.”Concordo que, de fato nosso  problema político no Brasil vem de berço, Tancredo pode ter contribuído para que, de alguma forma, para o Brasil ser, o que é hoje, e o filme conta muito bem isso, mas nessa história, nem tudo são flores, e o filme retrata só a parte boa, mas isso não compromete em nada o longa, que cumpre com louvor sua proposta.

 Em resumo, o filme é uma verdadeira aula de história, uma aula que vale a pena assistir.

Anúncios

Sobre Fernanda Alyssa

Designer, Pós-Graduada em Pós-produçao em Cinema. Curiosa, Cinéfila e Crítica, não necessariamente nessa ordem...

Publicado em 03/11/2011, em Cadeira de Cinema e marcado como , , , , . Adicione o link aos favoritos. Deixe um comentário.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: