Onde Está a Felicidade?

Onde está a felicidade? Creio que todos nós algum dia na vida já fizemos está pergunta, se não fizemos, ainda iremos fazer. A discussão é ampla, para os mais estudiosos pode render uma tese de mestrado, para os pensadores, uma reflexão, ou simplesmente uma filosofia de mesa de bar para aqueles que apreciam uma cervejinha.  Já para Carlos Alberto Riccelli e Bruna Lombardi, essa discussão rendeu um filme.

O longa conta a história de Teo (Bruna) uma apresentadora de TV, cujo programa ensina receitas afrodisíacas, e que de repente se vê sem seu trabalho, pois sua emissora foi vendida para uma igreja, e sem seu relacionamento, quando descobre que o marido Nando (Bruno Garcia) tem um caso, a principio, virtual com outra mulher.

 

Sem as bases de sua vida ela então decide encontrar a si mesma e à sua espiritualidade. Para isso, decide fazer o caminho de Santiago de Compostela, na Espanha, ao lado de seu diretor, Zeca (Marcello Airoldi), que vê na viagem a possibilidade de criar uma nova atração televisiva, e de sua mais nova amiga Milena (Marta Larralde), sobrinha de sua maquiadora Aura (Maria Pujalte).

Confesso que me surpreendi com a qualidade do filme, que foi de fato bem produzido. A fotografia é belíssima e a trilha sonora também está bem legal. O filme ainda conta umas “animaçõezinhas”, e uns grafismos, que apesar de não serem novidade pra ninguém é algo muito pouco explorado no cinema brasileiro.

O filme começa até bem, a sua primeira seqüência conta com cortes e montagens rápidas, apresentando3 a4 planos da cena.  Repito, que isso não é novidade, mas, em se tratando de cinema brasileiro…

Mas depois o filme perde esse ritmo que foi usado apenas na introdução do tema. E o “road movie” brasileiro começa de fato, o trio passa por poucas e boas, para conseguir percorrer os 790km até Santiago: algumas situações bem forçadas, e piadas do tipo: “Abençoada eu não sei, mas bem suada eu já tô. – Bruna Lombardi”.

Outra coisa, as referências aos filmes do Espanhol Pedro Almodóvar, em sua fase inicial são nítidas, Cenografia extremamente colorida figurinos extravagantes e o humor, por vezes ácido, como o do espanhol. Riccelli disse que “Se há semelhanças com Almodóvar, é inconsciente” (não me lembro mais onde li essa citação, sorry). É incrível como o inconsciente das pessoas trabalha… Não vejo problema em usar referências, muito pelo contrário, vejo problema em negá-las.

As participações especiais de Dan Stulbach, Fernando Alves Pinto, Luiz Miranda, Dani Calabreza e Marcelo Adnet são de fato “especiais”, pra não falar irrelevantes… Parece que agora essas participações viraram moda nos filmes brasieliros, no “Muita Calma Nessa Hora” aconteceu à mesma coisa. O roteiro é fraco? O Filme não se sustenta? Vamos fazer umas participações especiais! No final junta tudo e vamos ver o que é que dá.

Na atuação do casal protagonista da trama faltou química e, por mais que tentassem, a Bruna tem quase idade pra ser mãe do Bruno Garcia, que, aliás, como marido arrependido estava ótimo, enquanto ela estava um tanto quanto caricata.

Falando agora da trilha musical, que é até boa, com Arnaldo Antunes, Gilberto Gil, Adriana Calcanhoto, a mexicana Julieta Venegas, e no final ainda “rola” um “forrózim” totalmente fora de contexto. Fora de contexto não, me desculpe, o filme termina com uma festa no Piauí, e nordeste e forró tem tudo a ver, clichê.

Apesar disso tudo, o filme é do tipo bem produzido, que quer passar uma boa mensagem, que nos faz distrair, e levar pra mesa do boteco a discussão de Onde Está a Feliciade?,

Anúncios

Sobre Fernanda Alyssa

Designer, Pós-Graduada em Pós-produçao em Cinema. Curiosa, Cinéfila e Crítica, não necessariamente nessa ordem...

Publicado em 20/08/2011, em Cadeira de Cinema. Adicione o link aos favoritos. Deixe um comentário.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: